abril 2019

Entenda os períodos off no Parkinson

Entenda os períodos off no Parkinson

3 minutos Vários tratamentos focam em controlar os sintomas da Doença de Parkinson, enquanto  não se descobre a cura ou uma maneira de impedir a sua progressão. Mas, para obter bons resultados no tratamento, é essencial cuidar rigorosamente das doses e dos horários de todos os medicamentos. Na teoria, ao tomar os remédios com a regularidade certa, flutuações de sintomas não deveriam ocorrer. No entanto, à medida que a doença vai progredindo, a levodopa, principal medicação usada para substituir a dopamina no cérebro, vai Continue lendo

Parkinson e as alterações do Sono

Parkinson e as alterações do Sono

6 minutos As alterações do sono são uma das complicações não-motoras mais comuns na Doença de Parkinson. Esses sintomas alteram significativamente a qualidade de vida dos pacientes com Parkinson, mas são muitas vezes subdiagnosticados. As alterações do sono podem se desenvolver vários anos antes que a Doença de Parkinson seja clinicamente diagnosticada, e a sua investigação pode ser muito importante para entender a fisiopatologia da própria doença. Por muitos anos, na Doença de Parkinson, as atenções e tratamentos estavam todos voltados para os sintomas Continue lendo

Os mitos do Parkinson

Os mitos do Parkinson

5 minutos O Parkinson ocorre como resultado da destruição de neurônios produtores de dopamina, fundamental no controle dos movimentos corporais. Sabe-se que, atualmente, cerca de 6,3 milhões de pessoas no mundo apresentam a doença de Parkinson, dentro deste número, em torno de 200 mil pessoas somente no Brasil. A falta de conhecimento sobre a doença é um dos principais fatores para dúvidas e desinformação que levam ao tratamento inadequado ou até mesmo tardio. Por isso, listamos abaixo os principais mitos que envolvem a Doença Continue lendo

O que considerar ao escolher a Cirurgia de Estimulação Cerebral Profunda?

O que considerar ao escolher a Cirurgia de Estimulação Cerebral Profunda?

4 minutos A estimulação cerebral profunda (DBS) é um procedimento cirúrgico destinado a pacientes com Doença de Parkinson que pode tratar sintomas de movimento, como tremores, lentidão e rigidez, e diminuir as necessidades de medicação. Muitos pacientes se perguntam se e quando deveriam considerar a Cirurgia de Parkinson como alternativa viável. Como qualquer outra etapa do tratamento, a cirurgia não é indicada para todos. E não há uma janela de tempo estritamente definida durante a qual alguém possa ou deva se submeter à estimulação. Continue lendo

A Fadiga na Doença de Parkinson

A Fadiga na Doença de Parkinson

4 minutos A fadiga é um sintoma recorrente no Parkinson e muito utilizado para diagnosticar a doença. Na Doença de Parkinson a fadiga se manifesta em um nível celular. O corpo do parkinsoniano faz um grande esforço para realizar as mais simples tarefas tais como: tomar banho, atender o telefone ou servir um suco. Além disso, pode-se estar lidando com a combinação de possíveis problemas cognitivos conhecidos como “apatia de Parkinson”. Esses problemas incluem dificuldade para iniciar projetos, incapacidade de seguir instruções complexas, perda Continue lendo

Comprometimento cognitivo na doença de Parkinson

Comprometimento cognitivo na doença de Parkinson

5 minutos O comprometimento cognitivo, a perturbação da memória, pensamento e / ou habilidades de linguagem prejudicados, são sintomas não-motores que pode ser associado ao Parkinson. Distúrbios cognitivos podem surgir a qualquer momento no curso da Doença de Parkinson (DP) e variam amplamente em gravidade. Algumas pessoas não experimentam problemas algum, outros têm mudanças sutis somente detectáveis ​​em testes formais. Outros pacientes ainda sentem problemas que descrevem como suaves ou um tanto irritantes, e alguns passam por mudanças mais significativas que interferem na capacidade Continue lendo

A dor na doença de Parkinson

A dor na doença de Parkinson

3 minutos A Doença de Parkinson é uma enfermidade degenerativa do sistema nervoso central, crônica e progressiva. Acredita-se que é causada por uma diminuição intensa da produção de dopamina, particularmente, numa pequena região encefálica chamada substância negra. O controle motor do paciente é perdido, causando sinais e sintomas característicos, que permitem o diagnóstico clínico de Parkinson. Um dos maiores desafios que os pacientes de Parkinson costumam enfrentar é a variedade de sintomas causados pela doença e como estes se manifestam. Enquanto para alguns a Continue lendo

Distonia e Doença de Parkinson

Distonia e Doença de Parkinson

4 minutos A distonia é caracterizada por contrações musculares dolorosas e prolongadas que causam torções repetitivas involuntárias e contrações musculares sustentadas. Isso resulta em movimentos e posturas anormais. Os sintomas normalmente iniciam em uma determinada região do corpo, como o pescoço, rosto, um braço ou uma perna e, em seguida, podem se espalhar para outras partes. A gravidade da distonia varia de acordo com cada pessoa. Muitos pacientes com distonia podem manter um estilo de vida relativamente normal. Outros podem precisar de assistência em Continue lendo