Entendendo a Doença de Parkinson

Os cuidados de saúde mental durante a Doença de Parkinson

Os cuidados de saúde mental durante a Doença de Parkinson

3 minutos A saúde mental inclui nosso bem-estar emocional, psicológico e social. Afeta como pensamos, sentimos e agimos. Quando se trata de viver com a doença de Parkinson (DP) – em qualquer estágio – ou de cuidar de um ente querido com doença de Parkinson, pode se tornar difícil administrar e manter sua saúde mental ideal. Que tipo de problema de saúde mental faz parte do Parkinson? Pessoas com Parkinson têm problemas para controlar os níveis de dopamina no cérebro, o que também pode ser responsável por Continue lendo

Mulheres e doença de Parkinson

Mulheres e doença de Parkinson

5 minutos Estima-se que cerca de 10 milhões de homens e mulheres em todo o mundo tenham a Doença de Parkinson. Dentre esse número, as mulheres possuem um risco mais baixo de desenvolver a doença, e ainda existem estudos que mostram que homens e mulheres experimentam a doença de forma bem diferente. Essa diferença começa na forma como os pacientes relatam os sintomas da DP. Entre esses relatos as mulheres dizem que sentem com mais frequência efeitos colaterais e alterações em seus sintomas ao Continue lendo

Por que fazer exercícios é tão importante para a qualidade de vida de quem tem Parkinson

Por que fazer exercícios é tão importante para a qualidade de vida de quem tem Parkinson

5 minutos Pesquisas mostram que iniciar uma rotina de exercícios e praticar exercícios consistentemente tem efeitos positivos na qualidade de vida e na mobilidade relacionadas à saúde. É melhor começar mais cedo, mas nunca é tarde. Pessoas com Parkinson em estágio avançado que se exercitam apresentam maiores efeitos positivos na qualidade de vida relacionada à saúde, por isso é particularmente importante continuar a se exercitar e encontrar novas maneiras de facilitar os exercícios conforme a doença progride. Além do Parkinson, o corpo dos pacientes Continue lendo

Quatro sintomas reveladores que ajudam os médicos na hora de fazer o diagnóstico de Parkinson

Quatro sintomas reveladores que ajudam os médicos na hora de fazer o diagnóstico de Parkinson

4 minutos Não existe apenas uma maneira de diagnosticar a doença de Parkinson (DP). No entanto, existem vários sintomas e testes de diagnóstico usados ​​em combinação. Fazer um diagnóstico preciso do Parkinson – principalmente em seus estágios iniciais – é difícil, mas um médico com experiência pode chegar a uma conclusão razoável de que é DP. Freqüentemente, o diagnóstico de Parkinson é feito primeiro por um clínico geral ou médico de família. Muitas pessoas buscam então a opinião de um neurologista com experiência e treinamento específico na Continue lendo

Sintomas mais incômodos mudam conforme a Doença de Parkinson progride

Sintomas mais incômodos mudam conforme a Doença de Parkinson progride

4 minutos Um estudo intitulado “Pessoas com doença de Parkinson: quais sintomas eles mais desejam melhorar e como isso muda com a duração da doença?“, que foi publicado no  Journal of Parkinson’s Disease mostrou que conforme a Doença de Parkinson progride os sintomas que mais incomodam os pacientes vão mudando. Nos estágios iniciais da doença, o tremor costuma ser um dos sintomas mais incômodos, mas conforme a doença avança são os sintomas motores característicos, como discinesia (movimentos involuntários) e aqueles que afetam a caminhada, além do equilíbrio e a fala, Continue lendo

Os Tabus do Parkinson

Os Tabus do Parkinson

3 minutos Para muitos discutir com o médico tópicos tabus da Doença de Parkinson, como disfunção sexual e incontinência urinária, pode ser um problema. Porém, estamos falando de assuntos rotineiros da doença e de reações comuns de alguns medicamentos. Nenhum tópico deve ser considerado fora dos limites para discussão com sua equipe de saúde. Quanto mais normalizamos e trazemos consciência para essas questões, menos tabu elas se tornam. Neste post vamos apresentar alguns dos tópicos tabus que pessoas com Parkinson precisam lidar durante o Continue lendo

Estágios e Escalas de Avaliação da Doença de Parkinson

Estágios e Escalas de Avaliação da Doença de Parkinson

4 minutos A doença de Parkinson é uma condição do sistema nervoso central que afeta progressivamente os movimentos. Os sintomas geralmente começam em um lado do corpo e pioram com o tempo. Os sintomas motores típicos incluem tremores, rigidez muscular, lentidão de movimentos ( bradicinesia ) e postura e equilíbrio reduzidos. Com o tempo, as pessoas podem ter dificuldades para falar, escrever ou fazer outros movimentos fundamentais, como sorrir. Nem todos são afetados da mesma forma e a doença progride mais rapidamente em alguns do que em outros. Escalas de classificação Duas escalas de avaliação são comumente Continue lendo

Neuropatia Periférica e a Doença de Parkinson

Neuropatia Periférica e a Doença de Parkinson

6 minutos A Neuropatia periférica se caracteriza por ser uma condição em que os nervos periféricos, que são encontrados fora do cérebro e da medula espinhal, são danificados, provocando assim dormência, fraqueza e dor nas extremidades do corpo. Diversas pesquisas e estudos já demonstraram que a incidência de neuropatia periférica é maior entre as pessoas com Doença de Parkinson do que na população em geral.  Em pacientes que fazem uso da principal medicação para o tratamento do Parkinson: a levodopa, a neuropatia periférica é Continue lendo

Como lidar com a Distonia

Como lidar com a Distonia

2 minutos Dedos dobrados e cerrados ou pé com cãibra dolorosa são sinais indicadores de distonia. A distonia é uma torção, espasmo ou cãibra muscular sustentada ou repetitiva que pode ocorrer em diferentes momentos do dia e em diferentes estágios da doença de Parkinson.  A distonia também pode ser o resultado de um traumatismo cranioencefálico, um acidente vascular cerebral, uma reação a um medicamento ou outras causas. Como você sabe que tem distonia?  Os sintomas de distonia, semelhantes a outros sintomas de Parkinson, variam de pessoa Continue lendo

A Solidão pode piorar os sintomas do Parkinson

A Solidão pode piorar os sintomas do Parkinson

6 minutos Um estudo recente mostrou que as pessoas com a Doença de Parkinson que vivem na solidão ou são mais solitárias tem muito mais chances de apresentar sintomas graves da doença e acabam por ter uma qualidade de vida pior que os outros pacientes. Em tempos de pandemia e com o distanciamento social ainda sendo uma das melhores formas de evitar a contaminação, os resultados deste estudo mostram a importância que a conexão social tem para as pessoas com Parkinson. O estudo intitulado Continue lendo